Na Uber, acreditamos que a tecnologia tem o poder de transformar e melhorar a vida das pessoas.

Com mais de um milhão de viagens realizadas ao redor do mundo todos os dias, os motoristas que se utilizam da plataforma Uber oferecem serviços a todos os usuários, incluindo aqueles com deficiência.

Para algumas dessas pessoas, a plataforma da Uber pode conectá-los a um meio de transporte confiável, proporcionando-lhes grande independência. A Uber é uma plataforma tecnológica inclusiva.

Estamos orgulhosos, pois o surgimento da Uber ajudou a expandir o acesso a meios de transporte eficientes e confiáveis para todos - incluindo aqueles com deficiência – mostrando nosso comprometimento com a construção de soluções que contribuam para que todos possam se mover facilmente em suas comunidades. Abaixo, você pode encontrar algumas sugestões de boas práticas para prestar um serviço 5 estrelas para os usuários com deficiência, elaboradas com base na experiência de milhares de usuários ao redor do mundo. 

Sugestões sobre como agir em determinadas situações

Pessoas em cadeiras de rodas, muletas e lesionadas 

Ao chegar ao endereço onde o usuário o aguarda e notar que ele está usando uma cadeira de rodas, muletas ou tem uma lesão, você pode fazer o seguinte: 

  • Identificar-se e confirmar se ele realmente solicitou o serviço;
  • Oferecer ajuda. Se ele concordar em ser ajudado, aproximá-lo do veículo, se ele recusar, não insistir;
  • Abrir a porta do carro e ajudá-lo a entrar;
  • Certificar-se de que ele está confortável;
  • Perguntar e oferecer ajuda para colocar o cinto de segurança;
  • Guardar a cadeira de rodas ou muletas;
  • Ao chegar ao destino, retirar a cadeira de rodas ou muletas antes de ajudar o usuário;
  • Ajudar o usuário a sair, deixando-o em um lugar seguro.


Deficiência visual 

Ao transportar um usuário com deficiência visual, você pode fazer o seguinte: 

  • Identificar-se e confirmar se ele realmente solicitou o serviço;
  • Oferecer ajuda. Se ele concordar em ser ajudado, aproximá-lo do veículo; se ele recusar, não insistir;
  • Para atender pessoas com deficiência visual, o costume é aproximar-se pelo lado esquerdo. Se a pessoa usar uma bengala ou cão-guia, o usual é aproximar-se pelo lado direito, oferecendo o braço ou ombro, de forma que a pessoa caminhe sempre um passo atrás do condutor;
  • Deixar que ele use sua bengala para que possa tocar os obstáculos;
  • Ao fornecer alguma orientação, o ideal é falar com voz alta, de maneira clara e específica;
  • Auxiliar o usuário a embarcar no veículo, posicionando uma das mãos dele sobre o teto do carro e a outra na alça de segurança; deste modo, o usuário terá noção da altura do banco e não baterá a cabeça ao sentar-se;
  • Mostrar onde está o cinto de segurança. Se se ele não conseguir colocá-lo, perguntar se ele precisa de ajuda;
  • Se o usuário tiver um cão-guia, evitar acariciá-lo, alimentá-lo e distraí-lo, e falar com o usuário, e não com o cão;
  • Quando o usuário já estiver sentado e com o cinto de segurança, ele dará os comandos para que o cão suba no veículo. Evitar levar o cachorro pela coleira, uma vez que é necessário treinamento específico para manejá-la e poderia você retirá-la sem querer;
  • Ajudar o usuário a sair, deixando-o em um lugar seguro ou ajudá-lo com instruções sobre o que está próximo do veículo.


Cuidados com o cão-guia 

É importante respeitar o cão-guia, uma vez que ele não é uma mascote, mas sim um cão de serviço. Ao se tratar de cão-guia, é bom lembrar que: 

  • O cão-guia anda à esquerda da pessoa com deficiência visual;
  • Os cães-guia são educados e têm horários para comer e ir ao banheiro e, por isso, não sujarão o veículo;
  • Cães-guias são muito sociáveis, não sendo necessário temê-los. Porém, por estarem em serviço, o ideal é não distraí-los;
  • Os cães-guias sempre viajam nos pés do usuário.


A Uber é uma plataforma tecnológica que rejeita qualquer tipo de discriminação. A Uber espera que todos os motoristas que se utilizam de sua plataforma cumpram as leis locais, estaduais e federais que se refiram ao transporte de pessoas com deficiência e respectivos animais de serviço e meios de assistência de locomoção. O descumprimento dessas leis, incluindo as relacionadas com o transporte de animais de serviço, é considerado uma violação dos Termos e Condições de Uso da plataforma.